Translate

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Kawasaki Z1000 2014, cara de predador.

Por Waldyr Costa

Trazemos para vocês o press-release da Kawasaki européia para a nova Z1000 2014, com algumas adaptações livres ao nosso idioma. Houve grande preocupação em baixar o centro de gravidade através da concentração do maior número de elementos na linha central inferior da moto. O motor foi otimizado visando melhorar a resposta em médios regimes e é o mesmo da Ninja 1000 2014 recém lançada no Brasil. O design tem um destaque impressionante - literalmente - muito bem cuidado em todos os detalhes de acabamento. Só falta soltar a fera no asfalto e começar a rir. Todas as fotos são de divulgação da Kawasaki Motors Europe.




O RUGIDO SELVAGEM

O visual escultural deixa a nova Z1000 no mais alto nível, fazendo-a destacar-se em todas as suas funcionalidades. O novo motor e os ajustes no quadro reforçam o impacto na pilotagem, a Z1000 se transforma na Super Naked mais radical do mercado - é uma Edição Especial concebida para reafirmar o estilo da linha Z da Kawasaki.

http://www.youtube.com/watch?v=1jNiQn40eRQ
Z1000 - é hora de atender ao uivo selvagem.

Agressiva e com a missão de lutar pela supremacia na competitiva classe das Supernaked, a nova Kawasaki Z1000 2014 é direta, arrasadora e, acima de tudo, se destaca entre as outras. Levando o conceito Z ainda mais longe, esta Kawasaki é o projeto Sugomi em sua essência.


Simplificando a filosofia Sugomi - ela foi usada pela primeira vez no conceito da Z800 - engloba todos os aspectos da abordagem de estilo e engenharia. Usa termos evocativos como impressionante, imponente, exalando presença e fonte de inspiração, Sugomi é tudo isso destilado, cuidadosamente combinado para criar uma Z de ponta.


Para simplificar, o método Sugomi foi concebido para ser sentido ao se pilotar a Z1000, tanto visualmente quanto em relação ao desempenho do motor e da ciclística.


Despojada, nua e com intenção quase primitiva, a mais nova 1.000 da série Z expressa bem a filosofia Sugomi como a presença intimidante de um felino, delineado nas formas da bem sucedida linha Z da Kawasaki. Num olhar funcional e dinâmico, a nova Z1000 revela mais atualizações sedutoras com linhas revolucionárias e detalhes inspirados.


Altamente eficazes, os calipers monobloco Tokico, que podem ser controlados com apenas um dedo, são uma das adições mais óbvias para a Z. Radialmente montados e casados com um cilindro mestre de bomba radial, essas pinças não são só impressionantes ao olhar, elas também casam perfeitamente com os discos de freio para ter, provavelmente, a melhor capacidade de frenagem da categoria.


As bengalas da suspensão dianteira têm funcões separadas e sincronizadas, tanto para dar sensibilidade aguçada como para ter capacidade em lidar com uma pilotagem agressiva ou com um relaxado passeio pela cidade. Com ajuste de amortecimento e pré-carga na mola, estes garfos marcam a qualidade da parte dianteira da moto, caracterizada pelo deslumbrante farol em posição de mergulho, com seu compacto casulo de LEDs ultra-brilhantes. Usadas pela primeira vez em uma motocicleta Kawasaki, as lâmpadas LED têm baixo consumo de energia, são quatro unidades, sendo as duas centrais para o farol baixo e as duas das extremidades para o farol alto.


Elevando a força Z a o nível mais alto, a última encarnação da Z1000 dispõe de um motor revigorado, com mais potência, mais torque e a resposta de aceleração instantânea melhor do que nunca.


Não há só mais força e disposição, mas a forma como eles são entregues agora é ainda mais estimulante. Com as reconfigurações de ECU e o tempo de ação da árvore de cames, mais as conexões ovais entre os tubos do cabeçote e inúmeras outras revisões, como cilindros conectados entre si para menor perda de energia no bombeamento, a Z1000 tem agora mais disposição em baixa, mas sem sacrificar o desempenho em alta.


Incorporando alterações na caixa do filtro de ar, como o novo ressonador, a sensação de velocidade é marcada por um uivo de aspiração cuidadosamente elaborado para empolgar a quem está pilotando.


A postura de felino das Z1000 instiga a montar e experimentar a posição de pilotagem inclinada para a frente, o largo guidom de alumínio, os espelhos grandes e elegantes, e um painel completíssimo, totalmente focado no estilo dessa supernaked japonesa de primeira.


Evocando a icônica Z1, a última edição da Z exibe com orgulho um sistema de coletores de escape de quatro tubos, que se transformam repentinamente e com estilo, para acentuar as formas musculosas desta motocicleta. Com espaço aberto acima do largo pneu traseiro e seu banco traseiro angular, acentuados pela personalíssima luz traseira de LED, a Z1000 2014, com sua filosofia de design Sugomi, está envenenada, potente e primitiva - pronta para atender às chamada selvagens.


Para a Kawasaki Motors Europe, a mais recente Z1000 é um passo significativo em termos de design e valorização da marca, de acordo com o diretor administrativo, Yasushi Kawakami.


"A Kawasaki é a principal marca da categoria das supernakeds, e máquinas como a Z750 foram best-sellers da Europa nos últimos anos. Acreditamos que, com a sua abordagem única de design Sugomi, a última Z1000 vai apelar para o crescente número de pilotos que sentem afinidade com deste tipo de máquina, bem como atuando como uma referência visual, que reflete muito o que faz a marca Kawasaki ser tão distinta e atraente".



Sistema de entrada de ar fresco
Com a caixa do filtro de ar posicionada entre as vigas do quadro, a temperatura do ar de admissão pode ser afetada pelo calor do motor. As tomadas de ar à frente do tanque, nos extremos superiores esquerdo e direito, formam um sistema entrada de ar fresco para a caixa do filtro de ar, minimizando a perda da performance devido à admissão de ar quente. Mas esse não é um sistema Ram Air, que faz o ar ser alimentado à força pelos dutos de admissão, pressurizando a caixa de ar e, consequentemente, aumentando a pressão interna na câmara de combustão.

Forquilhas com Funções Distintas e Piston Grande (SFF-BP)
A maior manobrabilidade da nova Z1000 pode ser atribuída, em grande parte, à sua nova suspensão. O novo SFF-BP consegue oferecer conforto e potencial esportivo ideais para andar de cidade. Combinando os conceitos Showa SFF e BPF, os garfos têm molas com características distintas em cada lado do garfo dianteiro, com ajuste de pré-carga no tubo esquerdo e trabalho de amortecimento no tubo da direita.

Admissão com uivo viciante
A Z1000 foi projetada especificamente para que, ao curtir as acelerações, você possa tanto ouvi-la como senti-la. O som audível emitido pela admissão foi cuidadosamente elaborado para ser um componente chave da sua alegria ao pilotar nas ruas.






Pinças de freio montadas radialmente
O Conjunto de freios de alta performance inclui discos com bordas onduladas, pinças radiais com cilindro-mestre de piston radial. As novas pinças monobloco e o novo material das pastilhas de freio contribuem para uma incrível sensibilidade e excelente capacidade de frenagem. Também estão disponíveis na versão ABS.




Motor de 4 cilindros em linha com 1043cc
É poderoso em toda a faixa de rotação e não alivia até o limitador de rpm entrar em ação. Ele traz prazer ao piloto ao disponibilizar uma resposta soberba ao acelerador, com um empurrão forte em média e o embriagante ruído de admissão. As respostas são mais rápidas graças às novas configurações do motor e às relações de câmbio mais curtas, que aumentam a capacidade de pilotagem esportiva da Z1000 na cidade.


Guidom de alumínio tipo Fat Bar
Idealizado pelas características do mercado de personalização, o novo guidom com a configuração tipo Fat Bar facilita o controle da moto. O acabamento do guidom é escovado com tratamento black alumite 1 coating.







Quadro de dupla trave em alumínio
A alta rigidez do quadro de alumínio permite alto grau de centralização das massas, criando um balanço entre precisão nas curvas e condução firme. Leve e altamente rígido, o quadro usa o motor como receptor de esforços. Oferece uma condução firme, sensibilidade direcional, ação leve e ágil nas curvas. Ele é constituído por cinco peças de alumínio fundidas, que são o tubo da caixa de direção, as duas vigas laterais principais e as duas peças transversais secundárias. As duas vigas da estrutura têm seções transversais abertas em forma de C e que foram fundidas para garantir um acabamento de superfície lisa.

Tanque de combustível com maior capacidade
O novo desenho do tanque aumenta a capacidade para 17 litros, oferecendo maior autonomia para a nova Z1000.





Faróis de LED
O novo farol é fino e estreito, posicionado o mais baixo possível, acompanhando as linhas do desenho do tanque de combustível. Essa é a primeira vez que a Kawasaki faz uso de faróis sem refletores, comum e necessários para as lâmpadas halógenas, dispensado pelos LEDs (Light Emissor Diode ou Diodo Emissor de Luz). O uso de LED permite que o design seja delgado e compacto, contribuindo para um brilho mais intenso no rosto da Z1000, e a ausência de refletores no farol aumenta ainda mais a sua aparência de predador. São quatro LEDs de baixa-energia e longa-vida, dois no centro para o farol baixo e dois nas extremidades para o farol alto. Ficam todos os quatro acesos quando se aciona o farol alto. Ainda tem mais um LED de posicionamento na tampa do medidor.

Painel de Instrumentos
O compacto painel de instrumentos da Z1000 é montado diretamente no guidom, que permite até visualizar o farol por cima. Sua posição baixa permite uma visão sem obstrução à frente da moto. O design futurista do tacômetro (conta-giros) e da tela de LCD no painel, refletem o potencial esportivo da nova Z.




Centralização de massas
O sistema de escape (com câmara central grande e ponteira curta), asuspensão traseira com links, os amortecedores horizontais, chamados Back-link, e o uso dos corpos de carburação/aceleração de perfil baixo, são as maiores contribuições para a centralização das massas. O novo link horizontal Back-link da suspensão traseira libera o espaço que ocuparia um link tipo Uni-Trak tradicional, consequentemente esse espaço pode ser ocupado pela câmara central do escapamento, que fica maior e permite também o uso de silenciadores mais curtos, contribuindo para a centralização de massas. Outra contribuição é a leveza do quadro traseiro de alumínio. O resultado é uma pilotagem leve e precisa.

Espelhos retrovisores
Os novos espelhos têm um design mais refinado e contribuem com a imagem agressiva. Os espelhos são feitos de alumínio fundido, deixam o visual menos "plástico", passando a sensação de maior qualidade durante a pilotagem.






Posição ideal de pilotagem
A posição de pilotagem foi idealizada de uma forma que, ao baixar a frente e levantar a traseira, deixasse a pilotagem mais agressiva, compatível com a resposta mais rápida nas acelerações e mudanças de trajetória, colocando o piloto numa posição que maximiza a capacidade de desempenho urbano da Z1000.




Câmara central e silenciadores curtos
A utilização de uma grande câmara central de escape com a função de silenciador primário, sob o motor, permitiu encurtar e diminuir o volume da ponteira e ambos contribuem para melhorar centralização de massas e num estilo mais compacto. O acabamento do revestimento da ponteira acrescenta esportividade ao visual.




Design Sugomi
A palavra japonesa "sugomi" se refere à intensa aura ou energia emitida por uma pessoa ou objeto poderosos que é percebida e sentida pelo observador. Alguém, ou algo, possuindo "sugomi" inspira temor e deixa uma impressão marcante, é assustador em estatura ou capacidade e impõe respeito. Na nova Z1000, sugomi é evidente tanto no visual de concepção intensa, como no entusiasmante desempenho ele oferece, ambos irradiam uma energia palpável. A idealização das dimensões com a frente baixa e a traseira alta, junto ao novo design esguio, capturam a essência de um predador agachado e pronto para atacar. O estilo magro musculoso ditado pela Z1000 é mais direto, sugerindo um estilo de pilotagem urbana agressiva.

Lanterna traseira de LED
O novo desenho da lanterna traseira dá um toque futurista à traseira da moto.









Corpo de aceleração com perfil baixo
Além de contribuir para o desempenho, os corpos de aceleração de perfil baixo contribuem para a centralização geral das massas. O comprimento dos coletores de admissão foram revistos para permitir uma resposta mais forte do motor nas rotações intermediárias.





Rodas peso-leve
As rodas são estilo superesportivo e pesam aproximadamente 1,5kg a menos que as anteriores, reduzindo o peso não suspenso e contribuindo para leveza da moto na pilotagem.







Indicador de economia de combustível
O Indicador de economia de combustível é uma marca que aparece no painel de instrumentos para indicar o consumo de combustível favorável, incentivando a redu ção do consumo.






Sistema de anti-travamento ABS
Esse sistema garante melhor capacidade de frear forte e com estabilidade porque impede o bloqueio das rodas durante a frenagem.








Borboletas duplas de aceleração
Elas oferecem maior potência e melhor fluidez devido à disponibilidade do segundo conjunto de borboletas controladas pela ECU.








Sistema de link horizontal da suspensão traseira
Posiciona o amortecedor horizontalmente, contribuindo muito para a otimização do espaço e da centralização das massas.









ESPECIFICAÇÕES (Kawasaki Motors Europe N.V.)

MOTOR
Tipo de motor: Refrigeração líquida, 4 tempos, 4 cilindros em linha
Cilindrada: 1.043 cc
Diâmetro x curso: 77.0 x 56.0 mm
Taxa de compressão: 11.8:1
Sistema de válvulas: DOHC, 16 válvulas
Sistema de injeção: Injeção de combustível: φ38 mm x 4 (Keihin) com sub-corpos de acelerador ovais
Ignição: Digital
Partida: Elétrica
Lubrificação: Lubrificação forçada, cárter húmido

TRANSMISSÃO
Transmissão: 6 velocidades
Relação final: Corrente selada
Relação de redução primária: 1.627 (83/51)
Relação 1ª marcha: 2.600 (39/15)
Relação 2ª marcha: 1.950 (39/20)
Relação 3ª marcha: 1.600 (24/15)
Relação 4ª marcha: 1.389 (25/18)
Relação 5ª marcha: 1.238 (26/21)
Relação 6ª marcha: 1.107 (31/28)
Relação de redução final: 2.867 (43/15) coroa/peão
Embreagem: Manual, multi-disco



QUADRO
Tipo de quadro: Dupla trave em alumínio
Inclinação / Trail: 24.5o / 101 mm
Curso da suspensão dianteira: 120 mm
Curso da suspensão traseira: 122 mm
Pneu dianteiro: 120/70ZR17M/C (58W)
Pneu traseiro: 190/50ZR17M/C (73W)
Ângulo de direção: 29º / 29º (esq/dir)

SUSPENSÃO
Suspensão dianteira: invertida de 41 mm com compressão, extensão e pré-carga da mola com vários níveis de ajuste
Suspensão traseira: Braço oscilante Back-link com mono-amortecedor a gás. Extensão com vários níveis de ajuste.





FREIOS
Dianteiro: Duplo disco semi flutuante de 310 mm em forma de pétala. Duas pinças de montagem radial com 4 êmbolos opostos
Traseiro: Disco de 250mm em forma de pétala. Pinça de 1 êmbolo

DIMENSÕES
Dimensões CxLxA: 2.045 x 790 x 1.055 mm
Distância entre eixos: 1.435 mm
Distância livre do solo: 125 mm
Altura do assento: 815 mm
Capacidade do reservatório de combustível: 17 litros
Peso em ordem de marcha: 220 kg / 221 kg (ABS)
PERFOMANCE
Potência máxima: 142 cv @ 10.000 rpm
Torque máximo: 11.3 kgf.m @ 7.300 rpm







4 comentários:

  1. Imaginem uma moto EXCELENTE, se pensou então vc pensou na Z1000, e o desempenho então, nem me fale!.
    Estou a 2 meses com a minha e não deixo ela parada sequer um dia!
    No inicio a suspensão traseira me parecia muito dura, porém com 1 mês de uso eu nem percebia mais isso, então cheguei a conclusão que era a falta de costume pois antes eu tinha uma CB1000 Repsol.(Que não recomendo kkk)
    Ultimas considerações, SE TIVEREM OPORTUNIDADE COMPREM SEM MEDO!
    Abraço e Parabéns pelo Blog!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por compartilhar sua experiência.
    O que lhe faz não recomendar a CB1000R, poderia dizer?
    Quando quiser escrever mais, fique à vontade.
    Boa sorte e pilote consciente.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos, você copiou este texto? Se copiou, de onde foi, qual o autor? Lembre que textos têm autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização de quem os escreveu. Se foi seu, por favor nos informe, senão serei obrigado a excluí-lo. Reprodução não autorizada de textos é crime. Nos dê retorno imediatamente, por favor.

      Excluir

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.