Translate

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Aprilia Tuono V4 R é a naked de 1.000cc mais potente do mundo.

Por Waldyr Costa
Fotos divulgação/Aprilia

Aprilia Tuono V4, que estreou em 2011.
A Aprilia é a maior empresa do grupo Piaggio. Foi fundada em 1945, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, para montar biciletas. Em 1968 produziu a primeira motoneta de 50cc e nos anos 70 iniciou sua carreira nas competições de motocross e depois de trial, onde ganhou fama de bons veículos. Nos anos 80 começou a produzir modelos de uso urbano de maior cilindrada com motores Rotax, esta parceria de sucesso teve a conhecida Pegaso 600 como a moto mais significativa daquele período.



Tuono V4R, já como modelo 2014, lançada no EICMA 2013.

Hoje a marca é considerada uma das mais avançadas tecnologicamente, produz motos extremamente competitivas em vários setores e é considerada por muitos jornalistas a fabricante que tem a melhor superbike (superesportiva de 1.000cc) e a melhor naked de 1.000cc, que atualmente também é a mais potente do mundo. É exatamente sobre esta versão "pelada" o objetivo desta matéria.

A Tuono V4R se exibindo para as lentes do fotógrafo.

A Aprilia Tuono foi lançada em 2002, estreando com o motor V2 Rotax da superbike RSV1000R Mille. Além do motor, usava câmbio, quadro e parte da suspensão. Quase uma Mille desprovida de roupas. Era uma ótima naked, mas com a chegada da RSV4 com motor V4 em 2009 e o encerramento de produção da Mille V2 em 2011, a Tuono precisava ser atualizada.

Sessão de fotos no autódromo para associar ela à sua irmã quase gêmea RSV4.

Então a moto foi completamente refeita, ganhou um novo setup para 2011. E lá vem ela novamente usando quase toda a mecânica da nova e revolucionária RSV4 1.000cc, que teve 5 títulos mundiais conquistados entre 2010 e 2013, estando sempre no topo da "tabela" da melhor superbike. Atualmente a Aprilia RSV4 Factory é tida como a melhor superbike/superesporte 1.000cc por boa parte da imprensa européia. Existe uma versão menos apimentada que é a RSV4 R, na qual a nova Tuono V4R se baseia.

Nova Tuono V4R na cor preta.

Para 2014 a Tuono V4 R ABS é a única versão disponível, apenas nas cores preta ou branca, não existe mais a opção amarela e o ABS passa a ser de série. Pequenos ajustes e modificações foram feitos para otimizar a performance, deixá-la mais divertida, eficiente, segura e confortável. O pacote de eletrônica não é mais opcional e também passa a ser de série.

Extremamente potente,  com 170cv e 11,5 kgfm de torque.

Se em 2011 a Tuono V4 causou um furor na imprensa especializada, esta nova atualização também ganhou todas as melhorias introduzidas nas superbikes RSV4 Factory e R, teve o assento redesenhado para melhorar o conforto durante as viagens e a suspensão, que é totalmente ajustável, vem com uma nova regulagem de fábrica, otimizada. O tanque de combustível foi ampliado para 18,5 litros e o encaixe das pernas foi melhorado para permitir mais sensibilidade durante as frenagens e curvas.

Freios Brembo 9MP ABS, o melhor do mundo atualmente.

São 11 melhoramentos para esta nova versão única, incluindo o ABS com mapeamento múltiplo. Este ABS é o 9MP da Bosch, o mais moderno disponível atualmente, que detecta até quando a roda traseira deixa de tocar o solo, como em uma frenagem mais radical; ele oferece 3 modos de atuação e ainda pode ser desabilitado. O pacote eletrônico, que inclui o sistema exclusivo da Aprilia, o APRC, que tem auto ajuste de diâmetro do pneu e controle de levantamento da roda dianteira (wheelie/empinar). Permitindo agora o controle de tração, "empinação" e patinação, totalmente configuráveis, com ajuda do acelerador eletrônico Ride by Wire e do sistema de multimapeamento eletrônico do motor. A suspensão está mais refinada para permitir conforto em uso diário, com controle de ajuste milimétrico tanto na traseira quanto na dianteira.

Um motor que não está para brincadeira.

O motor V4 agora tem potência de 170cv @ 11.000rpm, com torque máximo de 11,5 kgfm @ 9.500rpm, com novo sistema de exaustão e pacote eletrônico. Este V4 é bem compacto, com ângulo de 65º entre os cilindros, que permitiu também compactar o quadro. Tem caixa de marchas removível, lubrificação a cárter seco, e o inovador mecanismo de tempo corrente/câmbio.

Quadro e desenho: estilo puramente italiano.

O quadro é uma obra de arte em liga de alumínio forjado, com acabamento escovado, que dá muita agilidade à Tuono V4R. Este tipo de estrutura permite o melhor equilíbrio entre rigidez à torção e à flexão. A mesma tecnologia é usada na balança traseira.



Modelo anterior de 2012, visto de cima. O design é minimalista.
O painel mostra as horas de alegria e diversão. Que nunca acabem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.