Translate

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Benelli fora do Brasil em 2015: fim dos sonhos para quem esperou ansiosamente por uma BN302 ou BN600.

Por Waldyr Costa
Imagem divulgação

BN302, muito desejada, mas não entrou nem um parafuso dela em nosso mercado.

Fim de muitos sonhos e mais uma representação frustada no Brasil: a Bramont deixa a Benelli fora do nosso mercado. Pelo menos para a imprensa o suporte da Bramont sempre foi fraquíssimo, para não dizer inexistente. Não saiu nem uma nota oficial justificando ou explicando o encerramento da representação e montagem exclusiva das motos Benelli.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Yamaha MT-07 2015: já está no Brasil a média mais esperada da marca nos últimos anos.

Por Waldyr Costa
Imagens divulgação


A nova Yamaha MT-07 já chega ao mercado brasileiro carregando uma boa dose de sucesso na Europa e América do Norte. Êxito tanto com os consumidores quanto com a imprensa especializada. Lá fora ela está numa faixa de preço que disputa mercado com a Honda CB500F, especialmente nos EUA, onde a frase "como a Yamaha conseguiu fazer um pacote tão bom com um preço tão em conta?" foi repetida por algumas publicações. Infelizmente a regra de preço em conta não se aplica no Brasil a nenhum modelo, qualquer que seja a marca. Na Espanha são € 5.000, na Inglaterra £ 5.200 e US$ 7.000 nos EUA. Para nós são R$ 27.000 + frete/seguro sem ABS e R$ 28,5 mil + frete/seguro com ABS.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Honda NC750X 2015: finalmente no Brasil, a top em economia.

Por Waldyr Costa
Imagens divulgação

Honda NC750X chega ao Brasil com alguns melhoramentos e 50cc a mais no motor. Top em economia de combustível.

A Honda NC750X foi lançada em 2013, durante o salão EICMA, como upgrade da NC700X, assim como a naked NC750S e o scooter Integra 750. Foi bem sucedida na Europa e também a precursora da nova linha CB, que prioriza economia em detrimento de desempenho, sem que isso signifique que o mesmo não seja mais que suficiente. Com o aumento da cilindrada das 600cc para 650cc (CB650), a Honda viu que aumentar o volume do motor da linha NC traria dois benefícios: ela poderia amenizar as reclamações de falta de força no motor de 700cc - economia de combustível tem seu preço - e separá-la um pouco das CB650. Na Europa ela não sofreu aumento de preço e o motor de 700cc ainda permanece em modelos como o CTX.